• Bambuí, 26 de Janeiro de 2022

ELEIÇÕES: Continua a indefinição do vencedor nas eleições em Bambuí

Hoje tivemos mais um capítulo dessa história que não orgulha ninguém em Bambuí. Tivemos o voto da ministra Nancy Andrighi negando provimento ao agravo regimental solicitado pelo prefeito Lélis Jorge Silva. Trocando em miúdos, a ministra disse que não concorda com o quarto mandato. Ao terminar seu voto, outra ministra do TSE, Laurita Vaz, pediu vistas do processo. Isso quer dizer que a ministra quer analisar mais calmamente o processo e assim dar o seu voto, seja contra ou a favor da ministra relatora. Infelizmente ainda não temos uma decisão final nesse caso que aflige toda a população. Só nos resta aguardar a próxima sessão, que pode ser amanhã mesmo, quarta feira, pois essa semana, provavelmente teremos sessão extra, devido ao feriado da semana passada, ou ainda na próxima quinta. É lamentável essa situação, pois esse tempo perdido poderia estar sendo usado já para a transição do governo, no caso da vitória de Mardone Germano ou mesmo para o planejamento do próximo governo, no caso de vitória de Lélis Jorge. O município está pagando por um erro que não é dele. Mas só o que podemos fazer agora é aguardar a próxima sessão e torcer para que tenhamos finalmente um desfecho do caso. Segue a decisão transcrita no site do TSE: “Origem: BAMBUÍ-MG . Decisão: Após o voto da Ministra Nancy Andrighi (relatora), desprovendo o agravo regimental, pediu vista a Ministra Laurita Vaz. Aguardam os Ministros Arnaldo Versiani, Luciana Lóssio, Marco Aurélio, Dias Toffoli e Cármen Lúcia (presidente). Composição: Ministra Cármen Lúcia e Ministros Marco Aurélio, Dias Toffoli, Nancy Andrighi, Laurita Vaz, Arnaldo Versiani e Luciana Lóssio.” Fonte: Jornalismo TVBambuí (Prof. Charles Martins Diniz)


Compartilhe: