• Bambuí, 03 de Dezembro de 2021

Petrobras anuncia mais um reajuste para gasolina e diesel a partir desta terça; esse é o 2º no mês

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Petrobras anunciou nesta segunda-feira (25) mais um aumento dos combustíveis para as distribuidoras. A partir desta terça (26) a gasolina ficará 7% mais cara e diesel sobe 9%.

Esse é o segundo reajuste no preço do combustível este mês. No último dia 9, a gasolina já havia subido 7,2%.

A estatal explicou que o preço médio de venda da gasolina A, para as distribuidoras, passará de R$ 2,98 para R$ 3,19 por litro, um reajuste médio de R$ 0,21 por litro. Nas bombas dos postos, essa variação deve impactar em uma alta R$ 0,15 por litro, considerando a mistura obrigatória de 27% de etanol anidro e 73% de gasolina A para a composição da gasolina comercializada nos postos. 

Para o diesel A, o preço médio de venda para as distribuidoras passará de R$ 3,06 para R$ 3,34 por litro, um aumento de R$ 0,28. Nos postos, esse reajuste será de R$ 0,24 por litro, considerando a mistura obrigatória de 12% de biodiesel e 88% de diesel A para a composição do diesel comercializado.

De acordo com uma pesquisa da Agência Nacional de Petróleo (ANP), feita em 4641 revendedoras no Brasil, no Rio Grande do Sul, o litro da gasolina é vendido a R$ 7,49, o preço mais alto registrado no país.

Em Minas, o maior preço encontrado foi de R$ 7,09, em Paracatu, Unaí e Viçosa. Já em Belo Horizonte, o valor mais alto encontrado foi de R$ 6,59 (chegando a R$ 6,99 durante o período de greve dos tanqueiros) e a média é de R$ 6,49 pelo litro.

Em nota, a Petrobrás informou que “esses ajustes são importantes para garantir que o mercado siga sendo suprido em bases econômicas e sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras: distribuidores, importadores e outros produtores, além da Petrobras. O alinhamento de preços ao mercado internacional se mostra especialmente relevante no momento que vivenciamos, com a demanda atípica recebida pela Petrobras para o mês de novembro de 2021”. 


Compartilhe: