• Bambuí, 04 de Agosto de 2021

Criança de 3 anos morre após ser picada por escorpião no Norte de Minas

Foto: Reprodução/Redes sociais

Uma criança de 3 anos morreu nesse domingo (13), após ser picada por escorpião, em Monte Azul, no Norte de Minas. O garoto chegou a ser medicado com soro antiescorpiônico, mas acabou não resistindo. Ele sofreu uma parada cardiorrespiratória quando era transferido para um hospital de Montes Claros.

O paciente deu entrada no Hospital e Maternidade Nossa Senhora das Graças na tarde do último sábado (12), conforme disse Marcelo de Oliveira, gerente administrativo da unidade de saúde. “A criança já estava apresentando vômitos e sonolência quando chegou. Realizamos o atendimento seguindo o protocolo do Ministério da Saúde”.

De acordo com a prescrição médica, a criança deveria tomar seis ampolas do soro antiescorpiônico, no entanto, o estoque do hospital estava vazio. “Um paciente também vítima de picada de escorpião fez o uso das ampolas que tínhamos na sexta (11). Buscamos nas cidades de Espinosa e Mato Verde”, explica.

Após a busca do medicamento, a criança fez o uso do soro. “As seis ampolas foram administradas em intervalo anterior a duas horas da chegada do paciente. A criança tomou o soro em tempo hábil”.

‘Ação severa’

A criança, conforme relembra Marcelo, não apresentou melhoras depois de medicada. “A gravidade do caso não diminuiu e ela tinha desconforto respiratório, a saturação do oxigênio diminuía e continuamos fazendo os atendimentos necessários com a equipe especializada”.

No fim da noite saiu a vaga para o paciente no Hospital Universitário Clemente de Faria e ele foi transferido. “O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) fez o transporte, mas, quando faltavam 15 km para chegar em Montes Claros, o quadro piorou e ele sofreu uma parada cardiorrespiratória”, diz.

Assim que retornou para o hospital de Monte Azul, a criança foi atendida por cardiologista e pediatra. As tentativas foram em vão e o menino acabou morrendo. “Ele teve um quadro cardiogênico causado pela picada do veneno de escorpião. Foi uma ação muito severa do veneno”.

A morte da criança abalou familiares e os profissionais da unidade de saúde. “Acabou com o nosso final de semana”, afirma Marcelo com a voz emocionada. O sepultamento do menino aconteceu na tarde de ontem no cemitério da cidade.


Compartilhe:

COMENTÁRIOS