• Bambuí, 22 de Setembro de 2020

Em Campos Altos, funcionário público faz boletim de ocorrência por agressão do presidente da Câmara

O funcionário público Gustavo Turola registrou nessa terça-feira (11) um boletim de ocorrência na Polícia Militar de Campos Altos contra o presidente da Câmara, vereador Maiquinho.  

Segundo relato de Gustavo, após publicação feita por ele em uma rede social, com informações sobre os gastos dos vereadores com diárias de viagens, o vereador o procurou para tirar satisfações, ambos se desentenderam e Maiquinho lhe levou a mão ao rosto ao ponto de mexer em sua máscara e, em seguida, foi empurrado.  

"Ele foi alterando e colocou a mão na minha máscara que chegou até abaixá-la e no final me empurrou. Foi um empurrão com força. Também agrediu verbalmente o meu pai o acusando de roubo quando foi vereador”, disse Turola. 

Uma jovem, que não quis ser identificada, testemunhou o ocorrido; ela conversou com nossa reportagem por mensagens de WhatsApp e contou o que viu e ouviu. 

"O Maiquinho chegou lá e foi aonde o Gustavo estava. Ele deu um abraço no Gustavo e o agradeceu ironicamente por difamá-lo. Puxou a máscara do Gustavo, que não teve reação, e quando estava indo embora, ainda, deu um empurrão no Gustavo”, contou a testemunha. 

O presidente da Câmara conversou por telefone com a equipe TV KZ e assumiu ter dado o empurrão, mas negou ter acusado alguém de roubo. 

O desentendimento ocorreu no Pronto Atendimento Municipal durante o horário de trabalho do funcionário. Turola trabalhava pelo último dia pois foi afastado por ser pré-candidato a vereador no município. 

 


Compartilhe:

COMENTÁRIOS