• Bambuí, 16 de Dezembro de 2019

Cruzeiro é goleado pelo Santos e corre risco de terminar a rodada na zona da degola

Foto: Luis Moura/WPP/Estadão Conteúdo

O Cruzeiro segue a saga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Na noite deste sábado, o time celeste até saiu na frente diante do Santos, na Vila Belmiro, mas apresentou falhas defensivas, especialmente no segundo tempo, levou virada e acabou goleado por 4 a 1. Foi uma das piores apresentações da Raposa na competição. O resultado deixa o time celeste em situação delicadíssima no Brasileirão, com risco de entrar na zona de rebaixamento ao fim da 34ª rodada em caso de empate ou vitória do Fluminense sobre o CSA.

Foi a 12º derrota da Raposa no Brasileirão, resultado que deixou o time estacionado com 36 pontos, na 16ª posição.Orejuela abriu o placar para o Cruzeiro na primeira etapa. Eduardo Sasha empatou minutos depois.No segundo tempo, Soteldo, Marinho e Pituca garantiram a virada com goleada do Peixe.

Pressionado, o Cruzeiro terá a chance de somar três pontos na próxima rodada, quando receberá o CSA, quinta-feira, no Mineirão. Depois do duelo contra os alagoanos, o time de Abel Braga terá Vasco, Grêmio (fora de casa) e Palmeiras (em BH).

O Cruzeiro conseguiu jogar apenas nos primeiros minutos. Perdido na defesa, sem criação no meio e lento no ataque, o time celeste foi facilmente envolvido pelo Santos, principalmente pelo lado esquerda da defesa, com Marinho sobressaindo em praticamente todos os lances contra o lateral Egídio. Na armação, Thiago Neves e Robinho fizeram mais uma partida de lentidão. Na frente, Sassá e David foram figuras apagadas em campo. 

Abatido, assim como o time, o técnico Abel Braga não foi feliz nas substituições.Com tanta apatia e erros, o placar de 4 a 1 ficou barato. O resultado não foi pior em razão das boas defesas de Fábio, de alguns desarmes precisos de Cacá e da falta de pontaria do ataque do Peixe.

Ficha técnica:

Santos 4 x 1 Cruzeiro 

Santos - Everson; Pará, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Felipe Jonatan (Luan Peres); Alison, Carlos Sánchez e Evandro; Marinho, Eduardo Sasha (Diego Pituca) e Soteldo (Kaio Jorge). Técnico: Jorge Sampaoli.

Cruzeiro - Fábio; Orejuela, Cacá, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Éderson, Robinho (Ezequiel) e Thiago Neves (Marquinhos Gabriel); David e Sassá (Joel). Técnico: Abel Braga.

Gols - Orejuela, aos 13, e Sasha, aos 23 minutos do primeiro tempo. Marinho, aos 14, Soteldo, aos 19, e Diego Pituca, aos 44 minutos do segundo tempo.


Compartilhe:

COMENTÁRIOS