• Bambuí, 12 de Dezembro de 2019

Câmara de Arcos devolve R$1.700.000,00 ao Executivo

Na tarde desta segunda-feira (18) aconteceu no Plenário da Câmara Municipal de Arcos, a devolução do dinheiro economizado pela Câmara de Vereadores durante o ano de 2019.

O valor economizado no ano de 2019 supera a casa de R$1.700.000,00 (Um milhão Setecentos Mil Reais).

O dinheiro devolvido faz parte do orçamento aprovado em 2018 para a gestão de 2019 e foi gerado pela economia de todos os vereadores e funcionários da Câmara.

O Presidente Luiz Henrique Sabino Messias (PSB) fez a devolução do cheque às mãos do Secretário Municipal de Fazenda, senhor Dênio Dutra que fez questão de cobrar sobre a livre utilização do dinheiro pelo Executivo.

Já o Presidente Luiz Henrique defendeu que o dinheiro só pode ser utilizado, após o envio de um projeto para a Câmara Municipal para a aprovação por parte dos vereadores, condicionando assim o dinheiro devolvido a uma obra, ou investimento como a compra de maquinário, etc.

Vale a pena lembrar que os orçamentos ano após ano são diferentes.

Em 2014, a devolução ocorreu no dia 28 de maio e o então Presidente Wirley Alves disse que "este dinheiro será investido na colocação de novas câmeras de olho vivo, nas melhorias dos estádios de futebol e na reforma do prédio da Câmara."

Em 2015, o presidente Geraldo Cláudio Rodrigues (Claudinho), devolveu cerca de R$290.000,00 (Duzentos e Noventa mil reais) que foram  investidos na reforma do Prédio da Câmara Municipal.

Em 2016 foi devolvido R$200.000,00 (Duzentos mil reais), que foi acordado entre os vereadores que o valor seria utilizado na saúde do município.

Em 2017, o então presidente Marcelo Estevam (PV) devolveu o valor aproximado de R$1.500.000,00 (Um milhão e quinhentos mil reais) aos cofres do município para despesas como 13º salários e outra parte revertidos para instituições do município como Santa Casa, Pousada do Bertos e APAE.

Em 2018 o então presidente João Paulo "Marollo" fez uma devolução de mais de R$932.000,00 (novecentos e trinta e dois mil reais), onde cerca de R$150.000,00 (Cento e Cinquenta Mil Reais) foram destinados para a melhoria do Sistema de Olho Vivo da cidade.


Compartilhe:

COMENTÁRIOS