• Bambuí, 10 de Dezembro de 2019

Por suposto furto de gado, idoso mata desafeto durante cavalgada e acaba morto após ser linchado

Foto: BHAZ

Terminou em tragédia uma cavalgada realizada, no domingo (25), em Manhumirim, cidade com cerca de 20 mil habitantes que fica a 20 minutos da divisa entre Minas e Espírito Santo. Revoltado com o sumiço de cabeças de gado, um idoso de 67 anos atirou em duas pessoas, causando a morte de uma delas, e acabou assassinado ao ser linchado por outros participantes da festa.

Segundo testemunhas informaram à Polícia Militar, o idoso e a vítima eram desafetos. O autor, inclusive, suspeitava que a vítima era responsável pelo furto das cabeças de gado em sua propriedade.

Durante uma confraternização em uma cavalgada em um sítio, no fim da tarde de ontem, Antônio Gomes Leite atirou na cabeça de Jeferson Correa Portugal, de 30 anos. Ao tentar conter o autor, Leonardo da Silva Bastos foi atingido com um tiro na perna direita.

Após o idoso atingir Leonardo, as pessoas que estavam no local lincharam o autor dos crimes. Além de apanhar, ele foi atingido, na cabeça, por um tronco de madeira. De acordo com a perícia, ele foi encontrado com o corpo perto de uma cerca de arame, com o tronco em sua cabeça.

Muito ferido, o idoso foi levado ao hospital, mas morreu logo após dar entrada. A causa da morte foi pelo esmagamento do crânio. Já Leonardo foi atendido e passa bem.

A PM recebeu, durante o registro do caso, uma denúncia anônima que continha os nomes de todos os envolvidos no linchamento do idoso. A arma do crime estaria com um deles.

Os policiais localizaram o suspeito, que os levou até o local onde estava o revólver calibre 38, com três cartuchos usados e um intacto. O homem foi encaminhado à delegacia por fraude processual e porte ilegal de arma de fogo. 


Compartilhe:

COMENTÁRIOS