• Bambuí, 16 de Dezembro de 2019

Justiça determina afastamento imediato de Itair Machado da vice-presidência de futebol do Cruzeiro

Foto: Túlio Santos/EM/D. A Press

O juiz Octávio de Almeida Neves, que atua como desembargador convocado na 12ª Câmara Cível de Belo Horizonte, determinou nesta quarta-feira o afastamento de Itair Machado do cargo de vice-presidente de futebol do Cruzeiro.

O agravo de instrumento foi interposto por associados e conselheiros do Cruzeiro, devido à decisão da juíza Lílian Bastos de Paula, da 22ª Vara Cível de Belo Horizonte, no dia 3 de julho, que indeferiu o pedido de afastamento de Itair.

Nesta quarta, o desembargador Octávio de Almeida Neves concedeu a tutela de evidência recursal.

“Por consequência”, Itair Machado “fica impedido de praticar quaisquer atos de gestão inerentes ao cargo de vice-presidente de futebol do clube e de se valer de qualquer dos poderes outorgados no instrumento de procuração firmado pelo Cruzeiro”, dia a decisão.

Itair Machado poderá recorrer dessa decisão liminar na Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais composta por três desembargadores. Um deles é o relator Octávio de Almeida Neves, que já concedeu a tutela nesta quarta-feira. Para voltar ao cargo, o dirigente terá que ter parecer favorável dos outros dois. Do contrário, seguirá afastado até julgamento do mérito.

Por meio da assessoria de imprensa do Cruzeiro, Itair Machado informou que o “caso está entregue aos seus advogados e nem ele nem os advogados vão comentar a decisão”.

O Cruzeiro ainda não se manifestou oficialmente sobre o afastamento de Itair Machado.

O Superesportes procurou Fernando Mello, gestor de crises contratado pelo Cruzeiro; Virgínia Silva, assessora direta do presidente e institucional do clube; Zezé Perrella, presidente do Conselho Deliberativo; e José Dalai Rocha, vice-presidente do Conselho Deliberativo. Nenhum deles atendeu as chamadas.


Compartilhe:

COMENTÁRIOS