• Bambuí, 09 de Dezembro de 2019

Com dois de Douglas Coutinho, Cruzeiro vence e rebaixa o Boa Esporte

Foto: Reprodução

Invicto. Assim o Cruzeiro fechou sua participação na primeira fase do Campeonato Mineiro, com mais uma vitória, desta vez sobre o Boa Esporte por 3 a 2, em Varginha. Douglas Coutinho (duas vezes) e Allano marcaram para a Raposa, enquanto Leonardo e Rodrigo Mucuri descontaram para o rebaixado Boa Esporte. Agora, o Cruzeiro encara o América nas semifinais da competição

O jogo

A partida começou com o Cruzeiro dominando as ações. Mesmo com a equipe reserva, a Raposa tocava a bola com tranquilidade diante de um adversário que precisava da vitória a qualquer custo para fugir do rebaixamento. No entanto, apesar do domínio em campo, a equipe celeste não chegava com grande perigo ao gol do Boa. Mas, aos 18 min, uma bobagem da defesa do Boa permitiu o Cruzeiro abrir o placar. Rafael recuou mal para o goleiro Rodolfo e Douglas Coutinho só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes. Raposa 1 a 0.

 

 

A equipe de Varginha só foi levar perigo ao gol de Rafael aos 25 min, com Roberto Jacaré, que recebeu lançamento, dominou e bateu cruzado. Porém, no minuto seguinte, o Boa levou novo golpe do Cruzeiro. O estreante Bruno Nazário recebeu lançamento pela direita e cruzou. Oportunista, Douglas Coutinho, sozinho, não teve dificuldades para marcar seu segundo gol na partida.

A partir daí, a partida pegou fogo no estádio Melão. Aos 29 min, após cobrança de falta da intermediária, a bola sobrou para o zagueiro Leonardo chutar cruzado, diminuindo o placar para o Boa. 2 a 1. O gol animou a equipe de Nedo Xavier, que foi com tudo em busca do empate. Em duas oportunidades, Roberto Jacaré quase igualou o marcador. O jogo ficou aberto e com boas oportunidades. Mas a Raposa levou a vitória parcial para o vestiário.

Na volta do intervalo, Nedo Xavier colocou o atacante Sillas na vaga de Régis para tentar o empate e a virada. No entanto, o Cruzeiro não teve muito trabalho para tocar a bola. E a Raposa ainda levou perigo ao arqueiro Rodolfo. Aos 6 min, Douglas Coutinho recebeu de Pisano, dominou no peito e arriscou uma bela bicicleta, que parou nas mãos de Rodolfo.

Desesperado, o Boa tentava forçar jogadas de ataque, mas pouco incomodava a defesa celeste. A Raposa seguia tranquila e ainda quase ampliou em cobrança de falta de Marciel. À medida que o tempo passava, o Cruzeiro jogava com mais tranquilidade. E o terceiro gol chegou aos 33 min com Allano. Mayke roubou a bola, avançou e cruzou na medida para o atacante ampliar, de cabeça. Aos 43, o Boa conseguiu diminuir com Rodrigo Mucuri, que entrou pela direita e bateu no canto de Rafael, fechando os trabalhos em Varginha.


Compartilhe:

COMENTÁRIOS