• Bambuí, 11 de Dezembro de 2019

Firmino Júnior: Você sentiu inveja hoje?

Foto: Divulgação

Segundo a grande maioria dos dicionários brasileiros, inveja é um substantivo feminino que indica o desgosto pelo bem alheio e/ou o desejo de possuir o que o outro tem, é claro, acompanhado de uma boa dose de ódio pelo possuidor. Dá medo! Ainda mais agora em tempos de facebook, quando não é nada incomum ver postagens pedindo para que Deus livre as pessoas da inveja. Inveja, acho que pra todo mundo, é uma coisa ruim, que a maior parte das pessoas acreditam que os outros sentem, mas que, jamais sentiram. Se por acaso têm uma recaída, justifica-se com uma expressão curiosa: inveja branca.

Seja a inveja sem cor, preta, azul, amarela ou verde, fato é que ninguém admite ser invejoso, mas garante ter uma série de amigos que sentem esse sentimento. Quantas vezes acusamos nossos melhores e grandes amigos de terem inveja de nosso carro, casa, filhos ou esposa? Êta sentimento feio hein!? Envolve até os mais chegados. Envolve também os familiares. Quem é que tem aí uma tia ou cunhada invejosa levanta a mão? Pode abaixar agora...

Pra mim, tenho convicção, ninguém merece a minha inveja. Não é soberba! É apenas a crença de que Deus distribui as coisas da Terra de uma forma sempre justa, a quem couber, conforme sua certeza divina. Não há motivos para se discordar de Deus porque não posso ter aquele cargo na empresa, ou aquela roupa de marca. A Justiça Divina sabe exatamente o que eu, você, todos nós merecemos. Sobre isso, Miguel de Cervantes costumava dizer que a inveja vê sempre tudo com lentes de aumento que transformam pequenas coisas, em coisas grandiosas, “anões em gigantes, indícios em certezas”, dizia o pensador.

A inveja chama tanta a atenção da humanidade, que até o filósofo dos filósofos, Aristóteles, teceu comentários sobre esse sentimento. Ele afirmara certa vez que “geralmente são os bens que provêm do acaso, os que provocam inveja”. Não é para menos que a inveja é um dos sete pecados capitais estipulados pelo catolicismo.

Os números também assustam, pesquisa do Ibope mostra que o “olho gordo” é o pecado mais conhecido pelos brasileiros; 73% das pessoas reconhecem esse chulo sentimento como o primeiro que aparece a mente. Mesmo assim, 84% das pessoas, no mesmo levantamento, garantiram categoricamente nunca ter sentido inveja de nada e nem de ninguém, 7% admitiram ter uma invejinha de vez em quando e outros 7% só sentem raramente. E você, já sentiu inveja hoje?

FIRMINO JÚNIOR, bambuiense, é professor do Instituto Federal e da PUC Minas. Jornalista e mestre em Comunicação. Contato: firmino.junior@yahoo.com.br.


Compartilhe:

COMENTÁRIOS