• Bambuí, 18 de Outubro de 2019

Raul Seixas: 30 anos sem o Maluco Beleza

Foto: Reprodução

“Eu nasci há 10 mil anos atrás....” – assim cantava o baiano que criou a Sociedade Alternativa em 1974 e virou lenda no dia 21 de agosto de 1989. Às 7h da manhã desse dia, uma segunda-feira, Raul Santos Seixas foi encontrado morto em casa, em São Paulo, vítima de uma pancreatite aguda. O roqueiro baiano tinha 44 anos, era diabético, sofria com o alcoolismo e, depois de ter passado a noite numa bebedeira, não acordou mais. No velório, dizem que fãs revoltados tentaram raptar o caixão. Mas Raul Seixas, considerado por muitos o “Pai do Rock” brasileiro, ainda está bem vivo como uma “Metamorfose Ambulante” no coração e na playlist de muitos fãs. Tanto é assim que nesta semana há shows e homenagens para ele de Norte a Sul do Brasil e lançamentos previstos para este ano.

Discos, livros, filme e show em homenagem ao “Pai do Rock” brasileiro

Agora em 2019, estreou no Rio de Janeiro o musical “Merlin e Arthur ao Som de Raul Seixas: Um Sonho de Liberdade” que promove o encontro do baiano com o bruxo Merlin (aquele das histórias do Rei Arthur). Outra novidade é o registro do show “Eu Não Sou Hippie” que ele fez na cidade mineira de Patrocínio, em 1974, que será reeditado em LP duplo. O diretor Paulo Morelli também está preparando uma cinebiografia sobre Raul (ainda sem data). Ainda este ano vão ser lançados dois livros: “Raul Seixas Por Trás das Canções”, de Carlos Minuano, e “Raul Seixas: não diga que a canção está perdida”, de Jotabê Medeiros. Há pouco tempo li um livro espírita psicografado por Nelson Moraes chamado “Um Roqueiro no Além”. De acordo com o médium, a mensagem foi ditada pelo roqueiro que assume na literatura o nome Zílio. Foi um relato curto e bem interessante. Vale a pena conferir.

Para quem não sabe, Raul Seixas começou a carreira fazendo cover do Elvis Presley em sua banda Os Panteras. Depois incorporou elementos regionais ao rock. Em suas letras e atitudes foi romântico, visionário, filósofo bem-humorado e deixou 22 discos de carreira (depois de morto foram lançados outros tantos). Boa parte deles conheci no saudoso bar “Ponto de Prosa”, na minha adolescência em Bambuí, onde Raulzito era quase trilha sonora oficial. Bons tempos...

O último álbum do Raul, “A Panela do Diabo”, gravado em parceria com Marcelo Nova do Camisa de Vênus, foi lançado dois dias antes de sua morte e rapidamente se tornou Disco de Ouro. Antes do lançamento, a dupla esteve no programa do Jô Soares. Foi a última aparição de Raul Seixas na televisão.  Vou deixar aqui o registro deste último momento, um clipe do roqueiro e a discografia para todo mundo fazer a CONEXÃO e relembrar um dos maiores ídolos da música brasileira. Toca, Raul!!!  

https://www.youtube.com/watch?v=qtgB9pb4lyg&feature=youtu.be

https://www.youtube.com/watch?v=Ef7jUQOCjS0

 

Discografia de Raul Seixas

Álbuns de carreira
1968 – RAULZITO E OS PANTERAS – Lançado em LP, K7 e CD
1971 – SOCIEDADE DA GRÃ-ORDEM KAVERNISTA APRESENTA SESSÃO DAS 10 – LP, K7 e CD
1973 – OS 24 MAIORES SUCESSOS DA ERA DO ROCK – Lançado em LP, K7 e CD
1973 – KRIG-HA, BANDOLO! – Lançado em LP, K7 e CD
1974 – O REBÚ (Trilha sonora original – Raul Seixas & Paulo Coelho) – Lançado em LP, K7 e CD
1974 – GITA – Lançado em LP, K7 e CD
1975 – 20 ANOS DE ROCK – Lançado em LP, K7 e CD
1975 – NOVO AEON – Lançado em LP, K7 e CD
1976 – HÁ DEZ MIL ANOS ATRÁS – Lançado em LP, K7 e CD
1977 – RAUL ROCK SEIXAS – Lançado em LP, K7 e CD
1977 – O DIA EM QUE A TERRA PAROU – Lançado em LP, K7 e CD
1978 – MATA VIRGEM – Lançado em LP, K7 e CD
1979 – POR QUEM OS SINOS DOBRAM – Lançado em LP, K7 e CD
1980 – ABRE-TE SÉSAMO – Lançado em LP, K7 e CD
1983 – RAUL SEIXAS – Lançado em LP, K7 e CD
1984 – RAUL SEIXAS AO VIVO – ÚNICO E EXCLUSIVO – Lançado em LP, K7 e CD
1984 – METRÔ LINHA 743 – Lançado em LP, K7 e CD
1985 – LET ME SING MY ROCK AND ROLL – Lançado somente em LP
1986 – RAUL ROCK VOLUME 2 – Lançado em LP, K7 e CD
1987 – UAH-BAP-LU-BAP-LAH-BÉIN-BUM – Lançado em LP, K7 e CD
1988 – A PEDRA DO GÊNESIS – Lançado em LP, K7 e CD
1989 – A PANELA DO DIABO – Lançado em LP, K7 e CD

ÁLBUNS POSTUMOS
1991 – EU, RAUL SEIXAS (Ao Vivo – Show na Praia do Gonzaga, Santos/SP 1982) – LP, K7 e CD
1992 – O BAÚ DO RAUL – Lançado em LP, K7 e CD
1993 – RAUL VIVO (Ao Vivo – Shows em São Paulo 1983) – Lançado em LP, K7 e CD
1994 – SE O RÁDIO NÃO TOCA (Ao Vivo – Show em Brasília 1974) – Lançado em LP, K7 e CD
1998 – DOCUMENTO – Lançado somente em CD
2003 – ANARKILÓPOLIS – Lançado somente em CD
2005 – O BAÚ DO RAUL REVIRADO Lançado somente em CD como brinde do livro O Baú do Raul Revirado
2014 – “Eu Não Sou Hippie” (Ao vivo no Cine Teatro Patrocínio – Patrocínio/MG 1974) – Grav. Eldorado
2014 – “Isso Aqui Não é Woodstock, Mas Um Dia Pode Ser” (Ao vivo no II Festival de Águas Claras 1981) – Gravadora Eldorado

CAIXAS (EDIÇÕES ESPECIAIS)
1995 – RAUL/Série Grandes Nomes (Caixa com 4 CDs e livreto ilustrado)
2002 – MALUCO BELEZA (Caixa com 6 CDs e livro ilustrado)
2009 – 20 Anos Sem Raul Seixas [Box com CD + DVD. Reedição do CD e VHS “Documento” lançado em 1998, incluída a faixa inédita Gospel]
2010 – 10.000 Anos à Frente – (Caixa com 6 CDs + libreto)
2014 – 25 anos sem o Maluco Beleza – Toca Raul! (6 CDs + 1 DVD ) – Gravadora Eldorado

CONEXÃO

Daniela Vargas nasceu em Bambuí, é jornalista, especializada em Gestão Cultural, repórter do Canal Brasil e das Mostras de Cinema de Tiradentes, Ouro Preto e BH, produtora de conteúdo, mestre de cerimônias e colunista da TV Bambuí.

E-mail: conexaodanielavargas@gmail.com 
Facebook: Daniela Vargas
Instagram: danivargasbh


Compartilhe:

COMENTÁRIOS