• Bambuí, 21 de Setembro de 2019

Massa de ar polar perde força, mas frio deve continuar em Minas Gerais

Foto: TV Bambuí

A massa de ar polar que derrubou as temperaturas em Minas Gerais, causando geada em alguns municípios e recorde de temperatura baixa em Belo Horizonte, começa a perder força nesta quarta-feira. No entanto, o frio não deve ir embora. As temperaturas baixas vão se manter pelo menos nos próximos cinco dias, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). 

Segundo o meteorologista Cléber Souza, o sistema que atua sobre Minas Gerais traz frio e deixa o clima seco. As temperaturas terão uma ligeira elevação, mas a secura vai continuar, impedindo a formação de nuvens e, sem elas, o calor não é retido. “O frio vai se manter principalmente à noite, e os dias serão levemente quentes”, explicou. “A mínima pode subir para 12°C. Se ventar, a sensação de frio é maior”, comentou. 

Nesta quarta-feira, a menor temperatura em Belo Horizonte foi registrada na Estação Meteorológica do Cercadinho, na Região Oeste da capital, onde o termômetro marcou 9,5°C às 7h. Com a velocidade do vento, a sensação térmica era de -1°C. A máxima não deve passar dos 23°C à tarde. 

No Sul de Minas, houve geada novamente. Monte Verde, distrito de Camanducaia, amanheceu coberto de gelo novamente. Lá a temperatura mínima variou entre -0,2°C e -1°C no início da manhã. Calor somente no Triângulo Mineiro e Norte do estado, onde a temperatura máxima deve chegar aos 32°C. 

A quarta-feira será de céu parcialmente nublado, com nevoeiros ao amanhecer, somente nas regiões dos vales o Jequitinhonha, Mucuri e Zona da Mata. Na capital e demais regiões, o dia será de céu claro com névoa seca à tarde. Em BH, a umidade relativa do ar deve ficar na casa dos 30%. No Triângulo e Norte a previsão é de índice mais baixo, na casa dos 20%. 


Compartilhe:

COMENTÁRIOS