• Bambuí, 23 de Outubro de 2019

Michelle Bolsonaro acompanha a abertura das Surdolimpíadas em Pará de Minas

Foto: Abelardo Mendes Jr/ Ministério da Cidadania/divulgação

A primeira-dama da República, Michelle Bolsonaro, esteve presente na abertura das Surdolimpíadas, durante esta sexta-feira (21), em Pará de Minas. A competição, que acontecerá até este próximo domingo (23), conta com atletas deficientes auditivos, na disputa de modalidades esportivas. Além de Michelle, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, também compareceu na solenidade.

Na ocasião, foram anunciadas a retomada de uma categoria do Bolsa Atleta para esportes não olímpicos e não paralímpicos e a viabilização de uma sede para a Confederação Brasileira de Desporto de Surdos (CBDS), na 912 Sul, em Brasília. Além se dirigir ao público falando, Michelle também discursou em Libras para 315 atletas de 14 estados.

“Para a comunidade surda, tenho certeza de que valores fundamentais têm sido agregados, como união, interação social e a superação (…) Olhando para vocês, prontos para uma série de competições, fico imaginando o que passaram no passado, as dificuldades e barreiras. Eu me coloco em seus lugares e me emociono”,disse a primeira-dama.

A competição
A competição conta com a realização de 11 modalidades. Serão ocupadas quatro sedes esportivas em Pará de Minas, em disputas de atletismo, atletismo, badminton, basquete, futebol, handebol, judô, caratê, natação, tênis de mesa, vôlei e xadrez.

A primeira edição de Olimpíadas de Surdos do Brasil foi realizada em maio de 2002, na cidade de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, com a participação de cerca de 1.500 surdoatletas, de nove estados.


Compartilhe:

COMENTÁRIOS