• Bambuí, 23 de Outubro de 2019

Uma viagem cinematográfica e gratuita pelo universo da animação do estúdio DreamWorks: no CCBB de BH

Que tal fazer um vôo de 180 graus nas costas do dragão Banguela? Aquele do filme “Como Treinar o Seu Dragão”! E conhecer os desenhos, maquetes e animações que criaram o Shrek, o Kung Fu Panda e todo o universo dos personagens dos filmes que eles estrelam? Então reúna a família, chame os amigos e se prepare para um passeio inesquecível porque eles estão em Belo Horizonte e aqueles animais super divertidos de “Madagascar” estão à postos no terceiro andar do Centro Cultural Banco do Brasil, que fica na praça da Liberdade, para receber os visitantes da Dreamworks Animation: A Exposição. 

A mostra tem como subtítulo Uma Jornada do Esboço à Tela e reúne mais de 400 itens raros, originais e inéditos que mostram todo o processo de criação de animações clássicas que se tornaram sucesso em todo o mundo.  Além das produções citadas acima, tem detalhes das histórias de “Fomiguinhaz”, “A Fuga das Galinhas”, “Spirit: O Corcel Indomável” e outros. Estão expostos, desde os primeiros desenhos feitos à mão, passando pelas maquetes e esculturas dos personagens em resina, até os vídeos explicativos com os próprios produtores explicando o processo de criação e o resultado dos filmes com o toque final da tecnologia. 

PERSONAGENS – HISTÓRIAS – MUNDOS

A exposição está dividida em três partes. Tudo começa pelo personagem protagonista, porque, num filme de animação, ele é o primeiro a ser criado. No caso do Shrek, por exemplo, é possível ver os traços de um ogro muito rústico e com cara de mau, até chegar nos traços arredondados do “bom moço” verde que arranca gargalhadas e conquista fãs em todos os cantos do planeta. Nessa parte, a gente também vê como são criados os figurinos. 

Na segunda, é possível conferir o passo a passo da criação da história para cada personagem. Todo filme de animação tem seu storyboard, que são desenhos de cena a cena com toda riqueza de detalhes que elas têm. Para se ter uma ideia do trabalhão que dá, o “Kung Fu Panda” tem 100 mil storyboards! Eles estão lá expostos. 

Com personagens e histórias prontos é preciso criar um mundo para ambientar as animações. Ah! Também tem como interagir mudando a feição dos personagens e o movimento das águas dos mares de cada filme, bastando tocar na tela e escolher seu desenho preferido. E, para completar essa sessão, os efeitos sonoros também estão lá pra gente ver e ouvir com detalhes e fones de ouvido em alto e bom som as trilhas sonoras das animações.

INTERATIVIDADE EM 180 GRAUS E DESENHO EM 2D

No pátio central do belo e imponente prédio do CCBBBH tem uma réplica imensa do Banguela, personagem da animação “Como Treinar o Seu Dragão”. O cenário é um convite tentador para uma selfie com o astro da exposição. Bem perto dele tem um cinema com uma tela em 180 graus que te leva para um vôo incrível nas costas do dragão. E, para finalizar, depois de tantas maravilhas, há um espaço para o visitante testar suas habilidades e fazer sua própria animação em 2D em telas digitais como as usadas pelos desenhistas! 


DICA DE OURO: EVITE FILA E TENTE UMA VISITA GUIADA

A exposição Dreamworks Animation já passou por sete países, foi vista por quase 2 mil pessoas e, neste ano, celebra os 25 anos dos estúdios. Aqui no Brasil, ela teve uma temporada de sucesso no Rio de Janeiro e Belo Horizonte será a última parada antes da mostra voltar para o Australian Centre for the Moving Image (ACMI), na Austrália, onde tudo começou. 

A exposição ficará em cartaz até o dia 29 de julho e pode ser um passeio imperdível para as férias da criançada. Mas, atenção! Como a mostra é gratuita, cheia de encantos e raridades, tem filas... mas tem também a possibilidade de já garantir os ingressos pela internet e evitar a bilheteria. O site é esse aqui: https://www.eventim.com.br/ingressos.html?affiliate=BR1&doc=artistPages%2Ftickets&fun=artist&action=tickets&erid=2476083&includeOnlybookable=false&x10=1&x11=dream

Outra dica é tentar pegar carona numa visita guiada. Elas acontecem de quarta à segunda-feira, às 11h, 14h, 16h e 18h, e os educadores sempre propõem ao público diferentes atividades. Mas se não conseguir, não tem problema, é só seguir as pegadas do Pinguim de “Madagascar” que vão te guiar por um passeio inesquecível, pode apostar. 
Vá, divirta-se e depois me conte aqui como foi a experiência!  

SERVIÇO: 
DreamWorks Animation: A Exposição
- Uma Jornada do Esboço à Tela
Quando: de 15 de maio a 29 de julho – de quarta a segunda, das 9h às 21h 
Local: CCBB-BH - Centro Cultural Banco do Brasil de Belo Horizonte
Praça da Liberdade, 450 – Funcionários - Belo Horizonte (MG) - (31) 3431-9400 
Entrada gratuita 

 

Vou deixar aqui meu e-mail e minhas redes sociais para vocês me conhecerem melhor. Semana que vem estarei de volta com uma nova CONEXÃO para vocês!

E-mail: conexaodanielavargas@gmail.com 

Facebook: Daniela Vargas

Instagram: danivargasbh

 

Daniela Vargas nasceu em Bambuí. Jornalista, especializada em Desenvolvimento e Gestão Cultural, tem mais de 20 anos de experiência como apresentadora, repórter, editora e produtora em programas de tv, rádio, vídeos institucionais, é Mestre de Cerimônias, produtora de conteúdo para redes sociais e assessora de imprensa. Depois de passar pela TV Alterosa e Rede Minas, desde 2014 é repórter do Canal Brasil (Globosat) cobrindo notícias de cinema em Minas Gerais e apresentadora da TV Mostra, veículo oficial das Mostras de Cinema de Tiradentes, de Ouro Preto e Mostra CineBH.

 

 

CONEXÃO

Daniela Vargas nasceu em Bambuí, é jornalista, especializada em Gestão Cultural, repórter do Canal Brasil e das Mostras de Cinema de Tiradentes, Ouro Preto e BH, produtora de conteúdo, mestre de cerimônias e colunista da TV Bambuí.

E-mail: conexaodanielavargas@gmail.com 
Facebook: Daniela Vargas
Instagram: danivargasbh


Compartilhe:

COMENTÁRIOS