• Bambuí, 21 de Setembro de 2019

Região já contabiliza quase 8 mil casos suspeitos de dengue; Bambuí tem 70 casos prováveis

Foto: Reprodução

Foi divulgado, no Boletim Epidemiológico, feito pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-MG), nesta semana, mais um novo aumento no número dos casos prováveis de dengue, nas cidades que integram a Superintendência Regional de Saúde (SRS), de Divinópolis. No levantamento, 7.794 possíveis ocorrências foram registradas.

Em todo o estado, foram confirmados, até o momento, 14 óbitos, segundo o boletim, com registros em Arcos (01), Betim (06), Frutal (01), Ibirité (01), Paracatu (01), Uberlândia (02) e Unaí (02).

Centro-Oeste
Arcos continua liderando os números de casos prováveis de dengue, com 2.543 ocorrências. Dentre os municípios do Centro-Oeste com uma incidência muito alta, Lagoa da Prata (609),Martinho Campos (518), Pimenta (248), São Gonçalo do Pará (244), Luz (236), Candeias (185), Itatiaiuçu (176), Iguatama (151), Itaguara (112), Carmópolis de Minas (96), Pains (74) e Japaraíba (34) vêm logo em seguida, também obtendo índices maiores.

Em Bambuí, foi registrado um número de 70 casos prováveis, obtendo uma média taxa de incidência no município. É importante ressaltar que a taxa de incidência é definida através do índice absoluto de casos prováveis (suspeitos e sob investigação) e a proporcionalidade deles em relação ao número de habitantes do referente município, baseado no censo de 2017 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Aguanil, Santana do Jacaré e Tapiraí não tiveram casos prováveis registrados neste último levantamento, tendo uma taxa de incidência silenciosa.

Confira logo abaixo o levantamento com as cidades que possuem casos prováveis registrados, a taxa de incidência e o número de habitantes.

Araújos – 22 (média – 8.996)
Arcos – 2.543 (muito alta – 39.811)
Bambuí – 70 (média – 24.018)
Bom Despacho – 18 (baixa – 50.042)
Camacho – 01 (baixa – 3.604)
Cana Verde – 02 (baixa – 5.735)
Candeias – 185 (muito alta – 15.147)
Carmo da Mata – 03 (baixa – 11.559)
Carmo do Cajuru – 52 (média – 22.136)
Carmópolis de Minas – 96 (muito alta – 18.995)
Cláudio – 41 (média – 28.287)
Conceição do Pará – 11 (média – 5.515)
Córrego Danta – 07 (baixa – 3.359)
Córrego Fundo – 06 (baixa – 6.295)
Cristais – 46 (alta – 12.564)
Divinópolis – 561 (média – 234.937)
Dores do Indaiá – 09 (baixa – 13.923)
Estrela do Indaiá – 05 (média – 3.590)
Formiga – 295 (alta – 68.423)
Igaratinga – 14 (média – 10.547)
Iguatama – 151 (muito alta – 8.172)
Itaguara – 112 (muito alta – 13.329)
Itapecerica – 07 (baixa – 22.158)
Itatiaiuçu – 176 (muito alta – 10.979)
Itaúna – 41 (baixa – 92.696)
Japaraíba – 34 (muito alta – 4.308)
Lagoa da Prata – 609 (muito alta – 51.204)
Leandro Ferreira – 11 (alta – 3.300)
Luz – 236 (muito alta – 18.400)
Martinho Campos – 518 (muito alta – 13.436)
Medeiros – 03 (baixa – 3.765)
Moema – 04 (baixa – 7.525)
Nova Serrana – 646 (alta – 94.681)
Oliveira – 16 (baixa – 41.907)
Onça de Pitangui – 03 (baixa – 3.192)
Pains – 74 (muito alta – 8.391)
Pará de Minas – 390 (alta – 92.739)
Passa Tempo – 04 (baixa – 8.324)
Pedra do Indaiá – 06 (média – 4.034)
Perdigão – 14 (média – 10.846)
Pimenta – 248 (muito alta – 8.720)
Piracema – 13 (média – 6.566)
Pitangui – 118 (alta – 27.706)
Santo Antônio do Amparo – 17 (média – 18.553)
Santo Antônio do Monte – 28 (baixa – 28.115)
São Francisco de Paula – 03 (baixa – 6.673)
São Gonçalo do Pará – 244 (muito alta – 11.985)
São José da Varginha – 11 (média – 4.834)
São Sebastião do Oeste – 08 (média – 6.589)
Serra da Saudade – 01 (média – 812)


Compartilhe:

COMENTÁRIOS