Notícia

Câmara aprova CPI e Deco apresenta denúncia contra vereadora

Créditos: Câmara Municipal/ 104 FM Publicada em 12/06/2018 às 23:06:01
Foto: Câmara Municipal/ 104 FM

A Câmara Municipal de Piumhi aprovou na noite desta segunda-feira (11) a instauração de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para apurar os gastos da administração do prefeito Adeberto José de Melo (Deco) com serviços gráficos. 
 
Sete vereadores votaram e houve empate. O presidente da casa Antônio Fernando Gomes (Fernando Detetive) desempatou votando a favor da instauração da CPI. Segundo o presidente é necessário que se apure todos os fatos - "É importante que se apure a verdade, há um prazo de 90 dias para que se analisem os documentos e verifique as denúncias." - disse. 
 
ENTENDA O CASO
Uma nova votação para a instauração da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre os impressos gráficos da Prefeitura de Piumhi foi agendada após o presidente da Câmara Municipal de Piumhi Antônio Fernando Gomes (Fernando Detetive) seguir as orientações da assessoria jurídica da casa legislativa. 
 
O pedido de anulação da votação realizada na segunda-feira, 07 de maio foi feito pela vereadora Shirley Faria. Nesta segunda-feira (28) o pedido foi deferido e a votação foi anulada. 
 
Após a anulação, ambas as partes, ou seja, os vereadores Junior Boi e Shirley Faria tem cinco dias para recorrerem de acordo com o regimento interno. A nova votação pode ser realizada já na próxima reunião no dia 4 de junho.
 
DECO APRESENTA DENUNCIA CONTRA VEREADORA 
O prefeito Adeberto José de Melo (Deco) apresentou na mesma sessão uma denúncia contra a vereadora Shirley Faria por decoro parlamentar. O prefeito diz que a vereadora tem feito mau uso do cargo que ocupa com denuncias infundadas. Na denuncia o prefeito alega que a vereadora teria violado a ética e o decoro parlamentar, utilizando as redes sociais, incitando a população contra a pessoa do prefeito, causando uma sensação de desamparo aos cidadãos e maculando a honra do prefeito. 
 
Na denúncia o chefe do executivo municipal afirma que a vereadora usa as redes sociais espalhando noticias falsas e relatórios de sua autoria sem a devida verificação atentando contra o decoro e faz acusações infundadas sobre a cidade, causando tumulto na administração.
 
Para Shirley Faria a denuncia é uma atitude para tentar coibir a sua ação em defesa da população. "Eu não tenho lado, meu lado é o da população. Se tenho denúncias a minha função é levantar as informações. Eu estou amparada pelo código de ética e Lei Orgânica do Município."
 
A denuncia do prefeito Deco foi votada na mesma sessão e foi rejeitada por cinco votos.

Veja também

Quadrilha troca tiros com a PM em Divinópolis

Durante a manhã e a tarde de hoje (15), um grupo de cinco marginais ocupando um veícul...

16/01/2019

Vídeo registra motociclista sendo arremessado em defensa metálica durante ‘racha’

Um homem ficou ferido após cair de moto enquanto disputava um racha na Rodovia Carlos Tonani,...

16/01/2019

PM Apreende revólver, maconha e crack com denunciado por tráfico

No início da noite de segunda-feira, 14 de janeiro de 2019, na Rua Itaquera, bairro Provid&ec...

16/01/2019

Menina morta por leucemia deixa carta a voluntária: 'Obrigada por vir me ver'

Uma voluntária, estudante de Direito, e uma menina de 8 anos. A história das duas se c...

16/01/2019

Bolsonaro assina decreto que flexibiliza a posse de armas

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta terça-feira, 15, decreto que altera regras para fac...

15/01/2019

Decreto de posse de armas será divulgado nesta terça-feira, diz Casa Civil

A Casa Civil da Presidência da República informou nesta segunda-feira, 14, o que o decr...

15/01/2019

Foragido da Justiça que traficava drogas há meses é preso pela PM em Arcos

Na madrugada desta terça-feira (15), um ex-presidiário e foragido da Justiça de...

15/01/2019

Vítimas tomam arma de menores durante tentativa de assalto, em Campos Altos

Uma tentativa de assalto foi frustrada na manhã desta segunda-feira (14) no bairro Boa Espera...

15/01/2019