Notícia

Atlético comanda placar por 73 min, mas toma virada do Vasco no fim do jogo

Créditos: OTEMPO Publicada em 15/04/2018 às 19:04:55
Foto: Reprodução

O Atlético teve o jogo nas mãos por 73 minutos. Tomou o empate aos 40 minutos da segunda etapa e, ao 53, a virada. Incrível! O Galo não suportou a pressão do Vasco,  pecou pela displicência quando teve a chance de matar a partida e amargou uma virada de 2 a 1, neste domingo, em São Januário, na estreia do Campeonato Brasileiro. Otero fez o gol alvinegro aos 12 min do primeiro tempo e, Wagner, igualou o marcador e Yago Pikachu fez o vira-vira.

O técnico Thiago Larghi não pôde contar com o zagueiro Leonardo Silva e o volante Adilson, machucados. Bremer e Gustavo Blanco foram os substitutos e estiveram muito bem. Os cruz-maltinos sufocaram no começo, mas Victor apareceu para fazer grandes defesas, contando até com  uma dose de sorte. Aproveitando-se dos bons fluidos,  Otero resolveu arriscar um daqueles seus chutes venenosos de muito longe e abriu o marcador. Golaço, a 30 m de distância do gol!

“Passei dias muito tristes. Queria agradecer os companheiros e a torcida, que me apoiaram. Obrigado, de verdade. Esse gol é para eles e para Deus”, disse o meio-campista, à Globo Minas, no intervalo. Na final do Mineiro, contra o Cruzeiro, o jogador encarnou o papel de vilão ao ser expulso e o Galo perdeu o título.

 

O jogo no Rio seguiu com a equipe carioca em cima. Mas, ao mínimo espaço encontrado, brilhava a estrela do goleiro Victor, reeditando o duelo com o colombiano Riascos, sempre perigo. O certo é que a partida estava engatilhada para o  Galo  nos contra-ataques. Foram pelo menos três grandes descidas na primeira, numa delas, Gustavo Blanco carimbou o pé da trave de Martín Silva. O alvinegro poderia ter ido para o intervalo com o resultado mais amplo.
Na segunda etapa, o cenário era o mesmo:  pressão vascaína e contra-golpe atleticano. O problema é que o Atlético desperdiçava uma chance atrás da outra  de matar o jogo, dando sobrevida ao time da casa. Victor fez pelo menos duas grandes defesas para segurar o placar. Que sufoco! E de tanto martelar, não deu outra: Wagner igualou no finzinho de jogo. E Pikachu, em cobrança de pênalti, aos 53, virou o placar.

Veja também

Proprietário procura por cavalos desaparecidos em Bambuí

Estão desaparecidas duas éguas meio sangue Manga Larga e uma potra deste a últi...

15/07/2018

França vence Croácia na final, conquista Copa na Rússia e se torna bicampeã mundial

O maior número de gols em uma decisão de Copa do Mundo em 52 anos, o primeiro gol cont...

15/07/2018

Homem é preso suspeito de estuprar e matar criança de 5 anos na Grande BH

Um crime bárbaro chocou e revoltou moradores de um bairro de Vespasiano, na Região Met...

15/07/2018

Ordem dos Templários homenageia a Diocese de Luz-MG pelo Centenário

Na quinta feira 12/07 estiveram na Cúria diocesana de Luz-MG o Comendador Gran Cruz Luiz Hele...

14/07/2018

Avião de manobras cai e mata dois em Bom Despacho

Aconteceu neste sábado no aeroporto da cidade de Bom Despacho um evento aeronáutico qu...

14/07/2018

Bélgica vence Inglaterra e fica com o terceiro lugar da Copa do Mundo da Rússia

A Bélgica encerrou sua campanha na Copa do Mundo de 2018 de forma honrosa neste sábado...

14/07/2018

Minas Gerais terá sistema de denúncias online nas eleições de 2018

O sistema Denúncia On-line, que recebe denúncias relativas a propaganda eleitoral, est...

14/07/2018

Ônibus com passageiros caiu em ribanceira próximo a Candeias

Um ônibus com passageiros  caiu em uma ribanceira na manhã desta quinta-feira (12)...

13/07/2018