Notícia

Bambuí continua na luta contra a dengue; Novo LIRAa aponta risco de epidemia

Créditos: ASCOM Samuel Vargas/PREF Bambuí Publicada em 12/04/2018 às 19:04:32
Foto: Reprodução

A guerra decretada pela Secretaria Municipal de Saúde contra o mosquito Aedes aegypti, o causador da dengue, está dando resultado em Bambuí e conseguiu reduzir em 9% o risco de infestação e não ter nenhum caso de dengue registrado este ano. Em janeiro o Levantamento de Índice Rápido por Infestação de Aedes aegypti, LIRAa, foi de 15,8% e agora em abril o percentual está em 6,8%.

Isto é o resultado de um trabalho conjunto entre as secretarias municipais de Saúde e de Obras, Urbanismo e Serviços Públicos e a população para reduzir este dado, que deixou toda a população em alerta. Pelo percentual anterior Bambuí estava em um grupo de risco de incidência de muitos casos, mas com o planejamento e as ações desenvolvidas pelo Departamento de Combate a Dengue e Febre Amarela, o resultado mudou. 

Entretanto os Agentes Comunitários de Endemias não baixaram a guarda e continuam na guerra contra o mosquito Aedes aegypti. Além das visitas rotineiras às residências dos bambuienses e blitzes pela cidade são feitos mutirões de limpeza. Uma outra ação que tem dado bons resultados sãos as palestras educativas em escolas e órgãos públicos conscientizando a população da importância da sua participação no combate ao mosquito, como eliminar os possíveis criadouros de larvas, não acumular lixo e manter os quintais limpos.

São ações como estas em parceria da Prefeitura com a população que causam um bom resultado como a redução do LIRAa e o objetivo é reduzir mais ainda, atingindo o índice ideal recomendado pela Saúde. Um outro resultado mostra este bom trabalho desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde, é que Bambuí não teve nenhum caso de dengue registrado.

Quando é considerado alto índice de infestação?

Segundo o Ministério da Saúde, de 1 a 3,99% considera-se situação de médio risco e acima de 4% passa a ser considerado alto risco de epidemia das doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypti.

Como é feito o LIRAa?

O Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) é realizado através de pesquisa de três regiões da cidade e com isso as análises de criadouros foram executadas. Mais de 40% dos focos foram encontrados em depósitos móveis como vasos e pratos de plantas, além de pingadeiras e bebedouros de animais. E pouco mais de 30% em depósitos ao nível do solo, como barris, tambor, tanques e poços. Ainda foram encontrados focos em depósitos elevados e fixos como caixas de água,calhas, obras e etc. Além destes, através do LIRAa foi encontrado focos em lixos, pneus e outros materiais.   

 Anualmente, são desenvolvidos quatro levantamentos ao todo. Estes dados são importantes, pois orientam os trabalhos dos agentes municipais de endemias e auxiliam o poder público no diagnóstico e acompanhamento da situação nos municípios brasileiros.

Veja também

Dois são presos com drogas em Bambuí

A Polícia Militar de Bambuí prendeu na manhã deste sábado (21) dois indi...

21/04/2018

Operação Conjunta da PC e PM de Cláudio prende estelionatário que atuava na cidade e região

Ontem (20), após acompanhamento pela Polícia Civil da atuação de um este...

21/04/2018

No interior de Minas, marido finge próprio sequestro para mulher pagar resgate

Um homem de 40 anos fingiu o próprio sequestro para a mulher pagar o resgate, em Ipatinga, na...

21/04/2018

Carga começa a soltar fumaça e assusta caminhoneiro bambuiense

Um caminhoneiro bambuiense foi pego de surpresa no início da tarde deste sábado (21) q...

21/04/2018

Assembleia de Deus promove congresso UMAPAR para Jovens, em Bambuí

A Igreja Assembleia de Deus promoverá nos dias 21 e 22 de Abril o congresso União da M...

20/04/2018

Jovem tem celular furtado por criminosos em Bambuí

Uma jovem de 22 anos teve seu aparelho celular furtado na noite desta quinta-feira (19) por dois cri...

20/04/2018

Sicoob Credibam promove AGEO com associados

O Sicoob Credibam promoveu na noite desta sexta-feira (20), no Espaço Comemorare, a Assemblei...

20/04/2018

Cruzeiro volta a mostrar pouca força ofensiva, fica no 0 a 0 e segue sem vitória

Pelo clima de decisão que o jogo se apresentava, o Cruzeiro poderia ter saíd...

20/04/2018