Notícia

Alerta: não faça o teste do sexo oposto do Facebook; entenda

Créditos: OTEMPO Publicada em 22/02/2018 às 21:02:53
Foto: Reprodução

Testes no Facebook são atraentes e costumam viralizar muito rápido. Apesar de serem divertidos e mexer com a curiosidade das pessoas, eles trazem alguns perigos aos usuários. O que pouca gente sabe, ou não prestam atenção na hora de aceitar os termos, é que esse tipo de site se apropria de muitas informações a repeito do internauta, como data de nascimento, origem, onde mora, fotos que tirou e que foi marcado, lugares que visitou, entre outros.

Há alguns meses, o Facebook criou um recurso que permite filtrar quais dados o usuário cede a esse tipo de site ou aplicativo. Alguns deles aceitam esta quantidade limitada de informações, outros não.

No teste "Qual seria a sua aparência se você fosse do gênero oposto?", do site Kueez, que se popularizou muito nos últimos dias, em sua política de privacidade há alguns tópicos, como:

“Nós podemos compartilhar informações agregadas dos nossos usuários, após excluir as partes identificáiveis, com determinadas empresas que tiverem o interesse em oferecer a você certos conteúdos promocionais que possamos achar relevantes para você”.

“Nós podemos compartilhar suas informações pessoais parcial ou integralmente com nossas subsidiárias, outros sites operados por nós, joint ventures e outros afiliados confiáveis que nós temos ou possamos vir a ter no futuro”.

“De acordo com o nosso Termo de Serviços, podemos usar o conteúdo enviado por você (incluindo suas fotos e de outras pessoas vinculadas à sua conta no Facebook) para aparecer como parte integral de partes dos serviços que oferecemos (por exemplo, sua foto pode aparecer em alguns quizzes ou games até mesmo para pessoas que você não conheça)".

Isso significa que o site pode utilizar suas informações pessoais para fins comerciais, principalmente propagandas que aparecem em páginas que você visita.

Ao site Olhar Digital, o Kueez informou que ele não armazena nenhuma informação pessoal do usuário. Apenas o ID de usuário, email, nome e resultado da foto, para "oferecer uma experiência melhor de usuário", diz.

Se você é uma das pessoas que concedeu acesso a seus dados do Facebook a algum site, calma, você ainda pode amenizar esta situação. Clique neste link, ou vá até a aba de aplicativos da rede social e remova os sites da aba "Conectado com o Facebook".

Veja também

Semana começa sem previsão de chuva no Centro-Oeste Mineiro

Nesta segunda-feira (17), o clima no estado será de nublado a parcialmente nublado, com chuvi...

17/06/2019

Calçados falsificados são apreendidos durante fiscalização na BR-262

A Polícia Rodoviária Federal, apreendeu na tarde do último sábado (15), ...

17/06/2019

Operadoras de telefonia terão que bloquear telemarketing

O incômodo de receber ligações no celular para venda de produtos, pesquisas de o...

17/06/2019

Suspeitos são presos por envolvimento com o tráfico de drogas

Durante patrulhamento no sábado (15), pelo bairro Ripas, em Nova Serrana, militares receberam...

17/06/2019

Médico é preso por compartilhar pornografia infantil e filmar exames íntimos

Um médico foi preso, na manhã desta segunda-feira, por pornografia infantil. A pris&at...

17/06/2019

Copa de Marcha é um sucesso em Bambuí

O cavalo foi domesticado há muitos anos e se tornou um grande companheiro do homem seja para ...

17/06/2019

Homem fica ferido após caminhonete colidir em árvore na LMG-827, em Bambuí

O SAMU foi acionado às 13h desta segunda-feira (17) para atender uma ocorrência de acid...

17/06/2019