Notícia

Prefeitura de Bambuí se posiciona sobre morte de bebê

Créditos: ASSCOM PREF. BAMBUÍ Publicada em 06/12/2017 às 20:12:48 e atualizada em 06/12/2017 às 20:12:43
Foto: Marco Antônio/TV Bambuí

A Prefeitura Municipal de Bambuí se posiciona sobre a denúncia de família sobre a morte de bebê por falta de médico obstetra no Hospital Nossa Senhora do Brasil, fato ocorrido no dia 02 de dezembro de 2017. Mesmo sem qualquer responsabilidade no caso, a Prefeitura de Bambuí esclarece alguns pontos para a população.

O Hospital é uma entidade privada que recebe recursos do município, mas a Prefeitura não pode intervir na administração do hospital e nem na escala de plantões médicos. A responsabilidade da Prefeitura se restringe ao repasse de recursos para pagamento do serviço de urgência e emergência.

No convênio nº SMS/002/2016, assinado entre a Prefeitura e o Hospital Nossa Senhora do Brasil dentre as obrigações do hospital está:

3.1.12 - “Disponibilizar serviço médico pelas especialidades: obstetrícia, anestesista e pediatra em “plantão médico alcançável” (sobre aviso) para condução do pré-parto, parto e pós-parto, normal ou cesáreo, de acordo com a clínica apresentada pela paciente e protocolos do SUS, para todas as pacientes desta municipalidade”.

Já nas Disposições Gerais consta:

4.5 – “O Hospital terá liberdade administrativa para contratar ou demitir funcionários ou médicos para o Pronto Socorro”.

4.6 – “O Hospital não sofrerá interferência política e por parte da Prefeitura Municipal para administrar estes serviços”.

No entanto, diante do triste fato ocorrido a Prefeitura de Bambuí se solidariza com a família e tem certeza que o Hospital Nossa Senhora do Brasil não mede esforços para solucionar este problema de falta de médicos especialistas para os plantões e para seu corpo clínico.

Juntos vamos fazer uma Bambuí melhor para se viver e com um bom serviço de saúde.

Veja também

Campanha procura voluntários para doar sangue para Sophia Melo, em Bambuí

Está sendo divulgado a 2ª Campanha de Doação de Sangue para à peque...

12/12/2017

E. E. José Alzamora envia comunicado sobre matriculas escolares

Comunicamos que de acordo com o ZONEAMENTO realizado pela secretaria municipal de educaç&atil...

12/12/2017

Bandidos explodem caixa eletrônico do Fórum de Formiga

Pela terceira vez em menos de quatro meses, Formiga volta a ser alvo de bandidos especializados em e...

12/12/2017

Poupadores com direito a pagamento até R$ 5.000 receberão à vista

Poupadores com direito a até R$ 5 mil de pagamento das perdas ocasionadas pelos planos econ&o...

12/12/2017

Quadrilhas explodem cofres em três cidades mineiras na madrugada desta terça

Três cidades do interior de Minas Gerais foram alvo de quadrilhas de assalto a banco na madrug...

12/12/2017

Adolescente que se encontrava desaparecida entra em contato com familiares

Em contato com familiares de Carolina Silva, de 14 anos, moradora do bairro Quintino em Divinó...

12/12/2017

Guilherme de Pádua é ordenado pastor em igreja de Belo Horizonte

Guilherme de Pádua agora é pastor. A estilista mineira Juliana Lacerda, mulher do empr...

12/12/2017

Temporal deixa pelo menos 400 famílias ilhadas em Janaúba

O temporal que atinge Janaúba, no Norte de Minas, desde esse domingo (10), causou inunda&cced...

11/12/2017