Notícia

Meio-irmão de Kim Jong-Un tinha substância mortal no rosto e na roupa

Créditos: AFP Publicada em 11/10/2017 às 19:10:34
Foto: AFP

Os legistas detectaram uma quantidade pequena, mas suficientemente letal, de um agente neurotóxico no rosto e na roupa do meio-irmão do líder norte-coreano, assassinado em fevereiro no aeroporto de Kuala Lumpur, de acordo com a audiência desta terça-feira no julgamento por sua morte.

Kim Jong-Nam tinha 0,2 mg de VX por quilo de massa corporal na pele de seu rosto, muito superior à típica dose letal, afirmou o químico Raja Subramaniam durante o julgamento das duas mulheres acusadas pelo assassinato.

O VX é tão letal que integra a lista da ONU de armas de destruição em massa. Kim morreu pouco depois do ataque, quando o agente neurotóxico atingiu seu sistema nervoso.

A indonésia Siti Aisyah e a vietnamita Thi Huong, acusadas pelo crime, estão sendo julgadas desde a semana passada na Alta Corte de Shah Alam, subúrbio de Kuala Lumpur onde fica o aeroporto.

As duas são acusadas de jogar o veneno no rosto de Kim.

As mulheres foram detidas pouco depois do assassinato do meio-irmão de Kim Jong-Un, que aconteceu em 13 de fevereiro no momento em que ele aguardava o embarque em um voo para Macau.

Raja falou sobre a quantidade de VX que encontrou no rosto de Kim.

Questionado na audiência se era suficiente para matar a vítima, o químico respondei: "Não posso dar uma resposta direta. Com base na concentração estimada, representa 1,4 vez a dose letal".

Também afirmou que foram detectados rastros de VX no casaco da vítima.

Raja indicou na audiência de segunda-feira que a substância mortal também foi encontrada nas roupas das acusadas.

Esta é a primeira prova que vincula diretamente as duas mulheres ao VX, uma variação altamente mortal de gás sarin.

As duas mulheres se declararam inocentes na abertura do julgamento. Ao longo de toda a investigação elas afirmaram que não tinham a intenção de cometer um assassinato e que foram enganadas, pois acreditavam que participariam em um programa de televisão do tipo "pegadinha". Os advogados de defesa afirmam que os culpados são norte-coreanos que conseguiram fugir da Malásia.

A Coreia do Sul acusa o Norte de planejar o assassinato, o que Pyongyang nega. Kim Jong-Nam era muito crítico a respeito do regime norte-coreano e vivia no exílio.

Veja também

Alunos farão homenagem a jovem vitima de disparo de arma de fogo, em Bambuí

Os membros do Diretório Técnico Estudantil (DTE) Chico Buarque, do IFMG Campus Bambu&i...

20/02/2018

Governo desiste de reforma da Previdência e foca na área econômica

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciou na noite desta segunda-f...

20/02/2018

Com intervenção do Exército no Rio, PM reforça fiscalização na divisa

A Polícia Militar de Minas reforçou, desde o último sábado (17), o polic...

19/02/2018

Corpo de mulher é localizado após barco virar no lago de Furnas

Um barco com nove pessoas – quatro adultos e cinco crianças –, todas sem colete s...

19/02/2018

Mulher é agredida durante briga no Bairro Floresta em Arcos

Na última sexta-feira (16), por volta das 22 horas, militares compareceram à Avenida A...

19/02/2018

Menor é apreendido com drogas em Bambuí

A Polícia Militar durante patrulhamento pela Rua Zizico Samuel, Bairro Nossa Senhora Santana,...

19/02/2018

Homem mata namorada com um tiro no rosto em Lagoa Formosa

A Polícia Militar de Lagoa Formosa registrou o segundo homicídio do ano no final da no...

19/02/2018